Alckmin vai liberar R$17,6 mi para hospitais filantrópicos

O governador Geraldo Alckmin anunciou neste sábado o repasse de verbas no valor de R$ 17,6 milhões para 381 entidades filantrópicas de saúde, de 280 municípios do Estado. Alckmin veio a Santos para participar do encerramento do 12º Encontro de Provedores das Santas Casas de Misericórdia, que reuniu no Mendes Convention Center mais de 500 participantes.Ele explicou que os recursos serão liberados entre os meses de junho e agosto deste ano. "Assim, as entidades que tiverem até R$ 60 mil para receber, terão repasse da verba no mês de junho. Valores superiores a R$ 65 mil e até R$ 250 mil, serão repassados em julho. E acima deste valor, em agosto". Alckmin deixou claro que as Santas Casas são a saída para o atendimento à saúde no País e que necessitam de verbas dos municípios, do próprio Estado e da União. Revelou então que, no ano passado, o governo do Estado deu mais de R$ 150 milhões para estas instituições e, este ano, pelos cálculos feitos, a verba deve ultrapassar este valor. O governador disse que a saúde está melhorando no Estado e que há dois implicadores importantes: o primeiro refere-se à mortalidade infantil. "Há 8 anos atrás, tínhamos, no Estado, 25 mortos para mil nascidos vivos. Hoje, esse número é 14. Caiu 40% o índice de mortalidade infantil. O outro dado é o aumento da vida média, que em São Paulo já passou dos 70 anos de idade". A principal reivindicação das Santas Casas na Carta de Santos entregue ao governador, refere-se ao financiamento do sistema, com a revisão dos valores pagos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com Arthur Chioro, representante do Ministério da Saúde no evento, a pasta já está revendo os valores pagos pela tabela SUS e citou como exemplo o reajuste de 5% nos procedimentos relativos à hemodiálise, entre outros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.