Alckmin teme deterioração da reforma da Previdência

O governador Geraldo Alckmin manifestou hoje o temor de que a proposta de reforma da Previdência se deteriore nas negociações que ocorrerão ao longo de sua tramitação no Congresso. "Todo o cuidado é pouco", alertou, durante palestra de encerramento do seminário "Brasil - Plataforma Emergente para Empresas Classe Mundial na América Latina, organizado pela Câmara Americana de Comércio.Alckmin avaliou que a proposta já "perdeu qualidade" com as alterações admitidas pelo governo, mas ponderou que ela "é melhor do que o sistema atual". Para o governador, a reforma da Previdência deve ser aprovada primeiro, pois representa um corte de despesas. Quanto à reforma tributária, ele destacou a preocupação com uma possível elevação da carga tributária e sustentou que o governo paulista já demonstrou que é possível realizar uma reforma sem elevar impostos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.