Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Alckmin tem 53% e Skaf, 22%, em SP, segundo Datafolha

Governador oscila 2 pontos percentuais e adversário do PMDB sobe 6 pontos, mas tucano ainda venceria no primeiro turno

ALEXANDRE DALLARA, MÁRIO BRAGA E MATEUS FAGUNDES, Agência Estado

04 de setembro de 2014 | 04h08

Atualizado às 9h30

São Paulo - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), venceria no primeiro turno com 53% das intenções de voto a disputa pelo governo do Estado caso a eleição fosse hoje. Alckmin oscilou dois pontos porcentuais para baixo desde o último levantamento. Segundo pesquisa Datafolha divulgada pela Folha de S. Paulo, nesta quinta-feira, 4, Paulo Skaf (PMDB) subiu seis pontos, para 22% das intenções, seguido de Alexandre Padilha (PT), que oscilou de 5% para 7%.

Gilberto Natalini (PV), Raimundo Sena (PCO) e Laércio Benko (PHS) têm 1% das intenções cada. Gilberto Maringoni (PSOL), Wagner Farias (PCB) e Walter Ciglioni (PRTB) não pontuaram. Brancos e nulos somam 8% e os indecisos são 7%.

A pesquisa foi realizada entre terça e quarta-feira e ouviu 2.054 pessoas em 56 cidades. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE sob o número SP-00023/2014.

Em um eventual segundo turno, Alckmin venceria com 58%, contra 30% de Skaf.

Pesquisa Ibope divulgada na terça, 2, também mostrou a redução da vantagem de Alckmin em relação a Skaf, mas o tucano também seria reeleito já no primeiro turno.

Senado. A disputa por uma vaga no Senado continua empatada. José Serra (PSDB) tem 35% das intenções de voto, seguido por Eduardo Suplicy (PT), com 32%. Os dois candidatos oscilaram dois pontos entre a última pesquisa e a atual. Já Gilberto Kassab (PSD) tem 8%.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesDatafolha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.