Alckmin só fala em candidatura após retorno de Covas

O governador em exercício de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse nesta quinta-feira, em Votorantim, a 108 quilômetros de São Paulo, que vai esperar "o momento oportuno" para anunciar sua disposição de concorrer à sucessão estadual em 2002 pelo PSDB. Ele deixou claro que, enquanto estiver no exercício do cargo, não pode falar em candidatura. Mas revelou otimismo com a intenção manifestada pelo governador licenciado, Mário Covas, de reassumir o governo após o carnaval. "Ele tem melhorado a cada dia, está fazendo fisioterapia, mas só ele, Covas, sabe dizer quando dá para voltar." Alckmin afirmou que o afastamento do governador deu-se por prazo indeterminado e que ele pode reassumir o cargo no momento em que sentir que está em condições. "Estamos torcendo para que seja o mais rápido possível."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.