Alckmin segue internado no Incor, em São Paulo

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), de 54 anos, segue internado no Instituto do Coração (Incor), na zona oeste da capital paulista. Alckmin deu entrada às 23 horas de domingo com dores abdominais. Segundo nota divulgada pelo Incor na tarde de ontem, ele está em tratamento de ileíte, uma inflamação no intestino delgado. Ainda de acordo com o comunicado, o tratamento está sendo realizado no quarto e consiste em dieta alimentar restrita, hidratação e medicamentos. A assessoria de imprensa do hospital esclareceu que novas informações sobre o quadro clínico de Alckmin serão divulgadas somente quando o paciente receber alta hospitalar, em data ainda não definida. Na nota, o hospital afirmou que o quadro de Alckmin é estável. O ex-governador é acompanhado pelo infectologista e diretor executivo do hospital, David Uip, e pelo professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e diretor da Unidade de Cirurgia Geral e de Emergências do Incor, Samir Rasslan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.