Alckmin segue internado no incor

O governador de São Paulo e candidato à reeleição pelo PSDB, Geraldo Alckmin, continua internado no Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas para tratamento de infecção intestinal. Segundo informações prestadas pela assessoria de imprensa do Incor, ainda não é possível avaliar a possibilidade de alta do paciente.

ELIZABETH LOPES, Estadão Conteúdo

24 de agosto de 2014 | 11h33

Também não há previsão para um novo boletim médico e, segundo a assessoria, continuam válidas as informações do boletim divulgado ontem (23 ) às 18h:

"Dada a estabilidade do quadro clínico, novo boletim médico será divulgado somente por ocasião da alta hospital do governador ou na ocorrência de fato relevante na evolução de seu quadro clínico.". O problema de saúde impediu Alckmin de ir ao debate promovido ontem à noite pela TV Bandeirantes com os concorrentes ao governo do Estado de São Paulo.

Alckmin está internado no Incor desde sexta-feira (22), quando passou mal e apresentou quadro de infecção intestinal causada por bactéria. Em boletim divulgado na manhã de ontem o hospital informada que o governador estava sendo tratado com antibióticos por via intravenosa e analgésicos. A equipe que assiste o paciente é liderada pelos Professores Doutores David Uip, infectologista, e Flair José Carrilho, gastroenterologista.

Mais conteúdo sobre:
eleiçõesSPAlckminIncor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.