DIDA SAMPAIO/ESTADAO
DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Alckmin se reúne com Roberto Jefferson após receber apoio do Centrão

Conversa com presidente do PTB ocorre em meio à procura por um vice para a chapa do tucano nas eleições de 2018

Renan Truffi, O Estado de S.Paulo

27 Julho 2018 | 17h27

BRASÍLIA - Após se encontrar com os dirigentes dos partidos que integram o Centrão, o pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, se reuniu com o presidente do PTB, Roberto Jefferson. A conversa dos dois aconteceu na noite da quinta-feira, 26, em Brasília, mesmo dia em que o tucano recebeu oficialmente o apoio de PP, PRB, PR, DEM e Solidariedade para sua campanha.

A conversa com Jefferson acontece em meio à procura por um vice para a chapa do tucano. Alckmin chegou a sinalizar ontem que "não obrigatoriamente" seu vice precisará ser um nome indicado pelo Centrão. Essa possibilidade abre espaço para indicação de outros partidos que estão na aliança tucana, como o próprio PTB, o PSD, o PPS ou até o PV, cujo apoio é dado como certo no partido. "Não obrigatoriamente (vai ser um vice dos cinco partidos do Centrão). O importante é o nome, a parceria, para um trabalho conjunto. Tem ótimos nomes, não temos pressa", disse o pré-candidato.

O tucano deve vir à Brasília neste sábado para marcar presença na convenção nacional do PTB, marcada para acontecer a partir das 10h. Com 25 deputados federais em sua bancada, o PTB acrescenta 32 segundos ao tempo do presidenciável tucano no horário eleitoral de rádio e TV. A indicação do apoio petebista aos tucanos será homologada justamente na convenção.

 Jefferson e sua filha, a deputada Cristiane Brasil(PTB-RJ), são investigados na Registro Espúrio, esquema de fraudes na liberação de registros sindicais no Ministério do Trabalho. Eles negam irregularidades. Na quarta-feira, 25, o presidente interino do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, autorizou a participação da deputada na convenção da sigla, mas determinou que ela poderá permanecer na convenção apenas no período entre o início e o encerramento do evento, devendo apresentar declaração de que não manteve conversas particulares com os investigados. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.