Alckmin se irrita com pergunta sobre falta de água

Alckmin se irrita com pergunta sobre falta de água

Sem saber que a repórter era do PT, o governador do Estado respondeu perguntas sobre a crise hídrica

PEDRO VENCESLAU, O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2014 | 21h06

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), irritou-se com uma repórter do PT que o abordou no fim do debate. Sem saber o veículo ao qual pertencia a repórter, o tucano começou a responder perguntas sobre a crise hídrica e negou que haja um racionamento em São Paulo.

A jornalista então insistiu que já há um racionamento e afirmou que está sem água em sua própria casa. "Me dá o seu endereço que eu ver isso", respondeu Alckmin. Em seguida, a petista perguntou sobre o uso da segunda reserva técnica do volume morto do Sistema Cantareira. Só então Alckmin perguntou de onde era a entrevistadora. Diante da resposta, disparou: "Não vou perder tempo... Vocês mentem". A repórter do PT fez então uma última provocação: "Meu endereço o senhor já tem. Manda água lá para minha casa".

Marina

Terminado o debate no SBT, a ex-senadora Marina Silva (PSB-AC) ligou para o telefone celular para o porta-voz da Rede Sustentabilidade, Walter Feldman, e pediu que ele passasse o telefone para o candidato a presidente Aécio Neves (PSDB). A ex-ministra deu os parabéns ao tucano pelo desempenho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.