Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Alckmin repete que é cedo para ter candidato

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse nesta quarta-feira que ainda é "muito cedo" para definir os nomes de seu partido para a candidatura à Presidência no ano que vem. A afirmação foi feita após Alckmin ser questionado sobre a pré-candidatura do tucano mineiro Aécio Neves.

BRUNO RIBEIRO, Agência Estado

10 de janeiro de 2013 | 10h53

"Este ano os pré-candidatos devem ouvir a população, percorrer o Brasil e discutir os temas do País. A definição de candidato não precisa ser agora", afirmou o governador. É um posicionamento diferente do presidente do PSDB, Sérgio Guerra, e do ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, que já defenderam abertamente a candidatura do mineiro.

As declarações foram dadas durante visita a um dos canteiros de obra do Metrô na zona sul. Além de falar que o momento não é esse, Alckmin fez elogios a José Serra, candidato derrotado à Prefeitura de São Paulo que ainda aspira à Presidência da República. O governador disse que há espaço para acomodar Serra no secretariado paulista. "Serra é um grande nome. É um dos melhores quadros da política brasileira. Ele não demonstrou interesse mas, se demonstrar, é um grande nome, grande quadro." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2014PSDBAlckmin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.