Alckmin recebe alta e deixa o Sírio-Libanês

Governador eleito havia sido internado na noite desta quarta, 22, em razão, segundo o médico David Uip, de uma crise de soluço

Gabriel Manzano, de O Estado de S.Paulo,

23 Dezembro 2010 | 19h09

SÃO PAULO - O governador eleito Geraldo Alckmin (PSDB) recebeu alta e deixou o Sírio-Libanês por volta das 18h30 desta quinta-feira, 23, informou a assessoria de imprensa do hospital. Alckmin havia sido internado na noite desta quarta, 22, em razão, segundo o médico David Uip, de uma crise de soluço. O governador foi submetido a exames clínicos - endoscopia e colonoscopia - e o diagnóstico indicou "esofagite e gastrite leves e sinais de refluxo gastroesofagiano". Alckmin deixou o Sírio-Libanês de carro e não falou com jornalistas.

 

O vice-governador eleito, Guilherme Afif Domingos (DEM), também não chegou a se encontrar com Alckmin. Afif foi ao hospital para um check-up de rotina e esperava conversar com o governador eleito, mas quando chegou Alckmin já havia recebido alta. (Gabriel Manzano)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.