Alckmin quer presos acorrentados

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou ontem, em Campo Limpo Paulista, que a partir de agora o transporte de presos perigosos em São Paulo deverá ocorrer com os detentos acorrentados. Será semelhante aos filmes norte-americanos. De acordo com Alckmin, o Governo não admite mais resgates como o da última quinta-feira, na Castelo Branco, quando 13 presos fugiram e um policial militar foi morto. O deputado federal, André Benassi (PSDB), apoiou o anúncio e acha que os presos deveriam ficar acorrentados a bolas de ferro, como ocorre nos Estados Unidos. Para ele, os presos menos perigosos deveriam trabalhar em colônias agrícolas, porque do contrário fugiriam mesmo com as bolas de ferro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.