Alckmin prepara reação à ofensiva petista no ABC

O PSDB começou a traçar uma estratégia de contra-ataque às investidas do PT na Grande São Paulo, mais especificamente em municípios do ABC paulista, onde a campanha petista pretende formar um "cinturão vermelho" com prefeitos aliados. Como base para as incursões, o candidato tucano ao governo paulista, Geraldo Alckmin, definiu seu discurso: pretende criar uma pasta, a Secretaria de Desenvolvimento e Gestão Metropolitana, que ficaria responsável pelas três regiões metropolitanas do Estado: Grande São Paulo, Grande Campinas e Baixada Santista.

AE, Agência Estado

13 Julho 2010 | 11h23

"Vamos fazer um esforço concentrado na região metropolitana com a presença física, caminhadas e com a ajuda dos partidos aliados", disse Alckmin. Para dar peso à estratégia, o coordenador da campanha para a Grande São Paulo será Sidney Beraldo, que acumulará a função de coordenador-geral.

Ontem, os coordenadores da campanha de Alckmin reuniram-se com prefeitos e deputados das cidades vizinhas à capital paulista para desenhar a estratégia para a região. Está em estudo um grande comício em São Bernardo do Campo, berço do movimento sindical, com a presença de Alckmin e de José Serra, candidato tucano à Presidência da República. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.