Alckmin minimiza perda de 5 pontos na pesquisa Ibope

O candidato do PSDB ao governo do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), minimizou o resultado da última pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, que apontou a perda de cinco pontos das intenções de voto em favor da sua candidatura. Ele disse hoje em Santos, durante visita ao posto do Poupatempo, localizado no Centro, que as pesquisas mostram uma estabilidade, uma vez que há duas semanas o Ibope apontava 47% de intenções a seu favor e que, em seguida passou para 51% e agora apresenta o patamar de 46%. "Não vejo grandes alterações, porque campanha é humildade e trabalho e é isso que nós estamos fazendo: acordar cedo, falar com as pessoas."

ZULEIDE DE BARROS, Agência Estado

11 de setembro de 2010 | 15h33

Alckmin disse que política é esperança e confiança e aproveitou para agradecer as manifestações de afeto da população por todos os lugares em que tem ido. "Se as eleições fossem hoje, certamente, venceríamos no primeiro turno, de modo que não nos preocupa esse resultado", completou, revelando que vai seguir o mesmo trabalho nos próximos 22 dias que precedem as eleições.

Na visita que fez ao Poupatempo, o ex-governador falou dos vinte anos, completados ontem, do Código de Defesa do Consumidor, que considerou uma data muito importante. "Como deputado federal apresentei o primeiro projeto de lei no Congresso Nacional", disse, ao destacar outro ponto que considera muito importante, que foi a conscientização do consumidor dos seus direitos e dos fornecedores de produtos e serviços, no sentido de apresentarem melhor qualidade. O candidato prometeu ampliar a defesa do consumidor, levando o Procon para todas as regiões administrativas do Estado, articulando a criação do serviço pelas prefeituras. "Nós pretendemos descentralizar a Fundação Procon de São Paulo ampliando os serviços para todo o Estado", assinalou. E adiantou que, ao contrário da lista negra de fornecedores, que funciona hoje, pretende estimular a criação do selo para as empresas que oferecerem serviços de qualidade e atenderem rapidamente as reclamações dos consumidores.

Na passagem pelo Poupatempo, Alckmin conversou com os eleitores, distribuiu autógrafos e tirou muitas fotos com os usuários do serviço, que, mesmo em um sábado, mostrou intenso movimento. Mas foi no distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá, depois de atravessar na balsa que faz o trajeto marítimo pelo porto de Santos, que mais foi aclamado pela população, que quase o impediu de caminhar pela Avenida Thiago Ferreira, via que concentra o comércio mais popular da região.

O candidato tucano, bastante assediado pelos candidatos do seu partido na Baixada Santista, falou também de seus projetos de expansão do transporte urbano, sobretudo do metrô de São Paulo, negando as acusações de seus adversários, de que o sistema caminhou a passos de tartaruga sob o governo do PSDB.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.