Alckmin lança programa de Renda Cidadã

O governador Geraldo Alckmin lançou em Sertãozinho, região de Ribeirão Preto, o programa Renda Cidadã, que pretende destinar R$ 60,00 mensais, durante um ano, às famílias com renda menor que um salário mínimo. O Renda Cidadã atenderá famílias residentes nos municípios há mais de dois anos, e que comprovem matrícula e freqüência à escola dos filhos com idades entre 6 anos e 15 anos. O programa é similar ao Renda Mínima adotado por algumas administrações petistas.Este ano serão destinados R$ 13 milhões, que devem atender 50 mil das 440 mil famílias com renda menor que um salário existentes no Estado. Em 2002, o programa receberá aporte de R$ 36 milhões. Junto com Renda Cidadã, o governo também lançou hoje a Agência de Desenvolvimento Social, que vai destinar R$ 30 milhões para projetos desenvolvidos por entidades assistenciais e organizações não-governamentais. Cerca de 400 projetos já foram aprovados. Cada um deve receber verba máxima de R$ 30 mil. Apesar da queda prevista de R$ 1 bilhão na arrecadação de impostos do Estado este ano, Alckmin afirma que o governo manterá todos os programas sociais e os investimentos públicos. "Por enquanto não temos nenhuma revisão de investimento", afirmou. Provável candidato a governador nas próximas eleições, Alckmin também anunciou investimento de R$ 50 milhões na criação de 18 mil vagas nas universidades públicas do Estado e o envio de um projeto à Assembléia Legislativa para contratação de 4 mil agentes penitenciários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.