Alckmin lança hoje pré-candidatura ao governo de SP

Ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin lança hoje sua pré-candidatura ao governo paulista com a missão de levar o PSDB à sua quinta gestão no Estado e de ajudar o presidenciável José Serra chegar à Presidência. A aposta será o discurso da importância de se ter uma parceria afinada entre São Paulo e o Brasil para avançar. Fará parte da estratégia também acusar o PT do presidente Lula de ter olhado pouco para os paulistas.

AE, Agência Estado

08 Maio 2010 | 09h15

"É fácil criticar, agora o PSDB tem feito. O governo federal coloca dinheiro no metrô no Brasil inteiro, em seis ou sete capitais, e nenhum centavo em São Paulo", diz Alckmin, em entrevista ao Estado.

Aos 57 anos, o ex-governador diz que se sente mais preparado e maduro para retornar ao cargo e considera a experiência seu maior diferencial em relação ao adversário, o senador Aloizio Mercadante (PT). Promete um governo de continuidade com "inovações".

Com uma história recente de disputa e desgaste dentro do próprio partido - Alckmin disputou as eleições de 2006 e 2008 com parte do PSDB trabalhando contra - , o pré-candidato atribui a volta por cima ao "povo". Ressalta a união do tucanato neste ano e prefere um tom diplomático ao falar do passado. "É natural que as pessoas tenham opções." As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Mais conteúdo sobre:
eleições SP PSDB Geraldo Alckmin

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.