Alckmin já descola de Serra para montar time

Depois do aceno ao grupo serrista na primeira indicação de secretariado, há duas semanas, o governador eleito Geraldo Alckmin (PSDB) optou ontem por nomes de seu círculo de confiança para compor o governo. Dos três novos secretários anunciados, dois fazem parte de seu grupo próximo e o terceiro, seu vice, Guilherme Afif Domingos, é cota do DEM.

AE, Agência Estado

03 Dezembro 2010 | 10h52

No auditório do escritório de transição, na Rua Boavista, Alckmin oficializou o engenheiro Jurandir Fernandes, seu ex-secretário de Transportes Metropolitanos, para reocupar a pasta a partir de 2011. Em seguida, anunciou que seu ex-titular da Segurança Pública, o procurador Saulo de Castro Abreu Filho, passará a ocupar a pasta de Transportes.

Em mais uma sinalização de que vai imprimir sua marca na nova gestão, Alckmin avisou que extinguirá a Secretaria de Ensino Superior - criada durante a gestão José Serra (PSDB) - e vai repassar suas atribuições à Secretaria de Desenvolvimento, que será tocada por Afif.

O tucano despistou sobre novos anúncios. "Tenho até 31 de dezembro", afirmou. Mas a expectativa é de que a partir de agora passe a acomodar nomes indicados pelos partidos aliados, que já apresentaram suas demandas em reuniões com a equipe de transição. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.