André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Alckmin esquece de Temer ao listar presidentes paulistas: ‘O atual não vale'

Governador e pré-candidato à Presidência da República listou até mesmo presidentes considerados paulistas, mas não nascidos em São Paulo, como Washington Luís e FHC

Adriana Ferraz, O Estado de S.Paulo

23 Fevereiro 2018 | 18h16

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), esqueceu de Michel Temer ao listar os presidentes da República nascidos no Estado. Em agenda pública no Palácio dos Bandeirantes, na manhã desta sexta-feira, 23, o tucano afirmou que o último presidente paulista foi Rodrigues Alves, que nasceu em Garatinguetá no ano de 1848 – ele exerceu o cargo de 1902 a 1906.

Questionado depois pelos jornalistas, percebeu a gafe, e tentou corrigir: “Ah, sim, é verdade... O atual não vale, estamos falando do passado, o último eleito”, disse Alckmin. Temer nasceu na cidade de Tietê, em 1940. Com o impeachmet de Dilma Rousseff, em 2016, ele tornou-se o 37º presidente da história do Brasil.

++ Meirelles admite disputar Presidência contra Temer

Alckmin ainda citou todos os presidentes considerados paulistas, mas não nascidos em São Paulo, como Washington Luís - que governou o Estado, mas nasceu em Macaé, no Rio -, Fernando Henrique Cardoso - que é carioca -, Lula – nascido em Pernambuco - , e Jânio Quadros, que era mato-grossense.

++ 'Não sou candidato', diz Temer

O tucano nasceu em Pindamonhangaba, do Vale do Paraíba, a mesma terra-natal de Ciro Gomes, presidenciável pelo PDT. Ao menos os dois disputam para ser o próximo presidente paulista – Temer também está cogitando a possibilidade de se candidatar em outubro, em busca da reeleição.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.