Alckmin espera definição rápida do PSDB para Prefeitura

Após dar palestra em uma faculdade de São Paulo, o ex-governador Geraldo Alckmin declarou nesta terça-feira que é um "instrumento do PSDB para as eleições". Porém, ainda não assumiu a candidatura própria para a Prefeitura de São Paulo. Se depender da vontade de Alckmin, a definição do posicionamento do partido está próxima. "Há um sentimento de que não há razão para ficar postergando isso, desgasta o partido. Não estou preocupado com a demora. Quanto mais rápido resolver isso, você vai para o que interessa: para o povo."Sobre a aliança com o DEM, que ainda está em pauta, o ex-governador esquivou-se e disse que "não vai ficar triste se ela ocorrer". "Dá para fazer alianças. Se for com o DEM, total prioridade. Mas nem sempre a gente faz o que quer. Tem segundo turno para isso. Para construir alianças entre aqueles que o povo votou."Além disso, Alckmin apontou que tem "todo o apoio do governador José Serra". "Caso eu seja candidato para estas eleições, em 2010 vou trabalhar para unir o partido", afirmou. "Não tem razão para vincular as eleições de uma cidade com os destinos do Brasil."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.