Alckmin elogia rigor fiscal proposto por Lula

O governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) elogiou hoje a intenção do governo federal de eleger o rigor fiscal e a inclusão social como as duas metas da gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, conforme documento de quase 100 páginas hoje pelo Ministério da Fazenda. Alckmin destacou, no entanto, que o governo paulista foi precursor nessa tarefa de equilíbrio fiscal. "Acho que a intenção do governo Lula é correta. Aliás aqui em São Paulo fomos os pioneiro no ajuste fiscal", disse Alckmin. Ele lembra ainda que essa questão não se trata apenas de uma "meta economicista" mas de uma necessidade para permitir a inclusão social. "É um estado saneado, com finanças públicas equilibradas, que recupera a capacidade de investimento, a confiança do setor produtivo."Ontem o governador esteve reunido em Brasília com outros quatro governadores para discutir com os ministros detalhes das reformas tributária e previdenciária. Ele não entrou em detalhes sobre o encontro, mas voltou a elogiar os principais pontos da proposta de reforma tributária - legislação única de ICMS, Cofins que deixa de ser cumulativo, desoneração parcial da folha de pagamento e alíquota permanente da CPMF. "As quatro diretrizes são um grande avanço, mas não é uma obra completa, a reforma tributária tem que ser feita em etapas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.