Alckmin elogia ética e coerência de d. Luciano

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin, em nota distribuída nesta segunda-feira, 28, lamenta a morte de Dom Luciano Mendes de Almeida. Ele morreu no domingo, 27, após longa luta contra um câncer no fígado. "Sempre ético e coerente na maneira corajosa de pregar e de agir, Dom Luciano Mendes de Almeida deixa uma invejável folha de excelentes serviços prestados à Nação Brasileira. Sua brava e permanente luta pela justiça social é uma inesquecível lição de amor ao Brasil, que ele sempre quis ver menos desigual e mais solidário", afirmou Alckmin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.