Denis Ferreira Neto/Estadão - 2/12/2021
Denis Ferreira Neto/Estadão - 2/12/2021

Alckmin é vice de fachada de Lula, diz Moro

Em almoço com empresários, ex-ministro de Bolsonaro, que tenta concorrer pelo Podemos à Presidência, diz que petista deveria visitar o ex-governador Sérgio Cabral na cadeia

Rayanderson Guerra, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2022 | 16h50

RIO — O ex-ministro da Justiça e ex-juiz Sérgio Moro afirmou nesta terça-feira, 29, que o ex-governador Geraldo Alckmin (PSB) é um "vice de fachada" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo Moro, que é pré-candidato a presidente pelo Podemos, a escolha do ex-tucano para integrar a chapa petista não alterou as posições e pretensões do Partido dos Trabalhadores em um novo mandato. 

"É um vice de fachada”, disse Moro durante almoço com empresários da Associação do Comércio do Rio de Janeiro (ACRJ). “É um vice que contraria tudo o que ele disse no passado. Ele que, em campanhas passadas, se colocou como anti-Lula, denunciando a corrupção do PT de forma tão veemente, está agora figurando como vice (da chapa petista)".

Mesmo sem apoio de outros partidos e com pouca estrutura nos estados, o ex-magistrado disse que não pretende desistir da sua pré-candidatura em apoio a uma “terceira via” outro candidato que tenha 1% ou 2%. Deixou, porém, aberta a possibilidade de desistência. O ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro disse que deve se manter candidato ao menos até julho. Será quando ele e seu grupo político avaliarão o cenário eleitoral. 

"Não posso renunciar à minha candidatura para alguém que tem 1% ou 2% nas pesquisas, quando a gente tem lá 10%, 9%, 8%”, afirmou. “Não tenho essa vaidade, mas tenho o sonho de mudar o País."

O ex-ministro afirmou ainda que conversa com partidos de centro em busca de alianças. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.