Alckmin é o novo secretário de Desenvolvimento de Serra

Serra e Alckmin estavam afastados desde as eleições municipais em São Paulo, quando Kassab foi reeleito

Carlos Marchi, de O Estado de S.Paulo e Elizabeth Lopes, da Agência Estado,

19 de janeiro de 2009 | 16h54

O governador de São Paulo, José Serra, anunciou nesta segunda-feira, 19,  o nome do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin para a secretaria de Desenvolvimento. Atualmente, o cargo é ocupado por Alberto Goldman, que também é vice-governador do Estado.   "Essa é uma demonstração da união do PSDB, da liderança do governador Serra e do espírito partidário e de cooperação de Alckmin", destacou o presidente do PSDB paulista, deputado federal Mendes Thame, que está no Palácio dos Bandeirantes para o anúncio oficial. Na opinião de Mendes Thame, é preciso destacar também "o desprendimento de Alckmin", que foi governador do Estado e agora pretende colaborar com o governo Serra para o desenvolvimento do Estado. "Isso mostra que o PSDB vai caminhar junto, todos saem ganhando", emendou o presidente estadual do PSDB.   A Secretaria de Desenvolvimento (SD) é considerada uma área estratégica no governo estadual, sobretudo neste momento de crise financeira global, pois é o órgão responsável pela formulação de medidas que propiciem o desenvolvimento econômico de São Paulo. Uma de suas principais funções é diagnosticar e atuar para melhorar a competitividade dos diversos setores da indústria já instalados no Estado.   Além disso, a secretaria cuida da atualização do quadro regulatório existente e da criação de novos instrumentos de fomento necessários à efetiva promoção do desenvolvimento econômico de São Paulo. A secretaria é responsável também pelo Centro Paula Souza, que administra 151 Escolas Técnicas (Etecs) e 47 Faculdades de Tecnologia (Fatecs) em 127 cidades do Estado de São Paulo. As Etecs atendem 123 mil estudantes, sendo cerca de 30 mil no Ensino Médio e mais de 90 mil no Ensino Técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços, em 86 habilitações. Nas Fatecs, o número de alunos matriculados nos 39 cursos superiores ultrapassa 28 mil (números referentes ao 2º semestre de 2008.   Serra e Alckmin estavam afastados desde as eleições municipais em São Paulo, no ano passado. O prefeito reeleito Gilberto Kassab e Alckmin dividiram o PSDB no primeiro turno. Enquanto uma parte da legenda ficou com o seu candidato oficial, outra parte, comandada pelo governador José Serra, esteve ao lado do prefeito. Kassab sucedeu Serra na prefeitura e manteve vários tucanos em secretaria municipais.   (Com Reuters)   Texto atualizado às 17h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.