Alckmin e Marta discutem parcerias

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e a prefeita Marta Suplicy (PT) estão reunidos, nesta manhã, no Palácio das Indústrias, sede da administração municipal, para discutir as parcerias entre as duas esferas de governo. Marta convidou Alckmin para irem juntos à Brasília, na primeria semana de abril, para cobrar do presidente Fernando Henrique Cardoso a liberação de R$ 70 milhões para o combate à enchentes.Questionado sobre o convite, Alckmin respondeu: "Sempre que necessário eu vou à Brasília", disse, sem assumir se iria acompanhá-la ou não na missão.A verba se refere a duas emendas da bancada paulista no Congresso Nacional dirigidas para sanar esse problema: uma de R$ 40 milhões para o Estado e outra de R$ 30 milhões para o município. "São Paulo não pode ser tratada dessa forma", reclamou Marta. "Somos os maiores pagadores de impostos", completou, referindo-se ao Estado e ao municipio.Marta e Alckmin assinaram um convênio para que o município seja beneficiado com o Programa Renda Cidadã, do governo paulista. Inicialmente, segundo Alckmin, 6 mil famílias receberão complementação de renda, no valor de R$ 60. O programa, que atenderá famílias com até um salário mínimo mensal de renda, visa beneficiar 14 mil famílias na capital paulista. O governo utilizou o cadastro de famílias carentes da Prefeitura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.