Imagem João Domingos
Colunista
João Domingos
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Alckmin e Aécio reúnem-se para selar paz no PSDB

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o senador Aécio Neves terminaram uma conversa nesta terça-feira, realizada no gabinete do senador no Congresso. Os tucanos, que estiveram reunidos por meia hora, trabalham para estabelecer a paz no PSDB, especialmente entre as alas mineiras e paulistas.

JOÃO DOMINGOS, Agência Estado

19 de março de 2013 | 15h42

Para mostrar que as coisas andam bem entre os tucanos, Alckmin disse ter convidado Aécio para participar de um seminário organizado pelo partido em São Paulo na segunda-feira. "Pedi ao Aécio para chegar meia hora antes, para ir ao Palácio dos Bandeirantes, para conversarmos e depois irmos juntos para o evento", disse o governador.

Segundo Aécio, as conversas no partido estão indo bem. Nesta segunda-feira à noite ele teve uma conversa de três horas com José Serra. "Foi uma conversa ótima", disse Aécio. Segundo ele, Serra disse estar vivendo a fase pós-eleição e que está reconstruindo a vida profissional e pessoal. Eles ficaram de ter mais conversas. Aécio destacou que o PSDB paulista vai ter um papel fundamental no projeto de governo tucano. "As coisas estão caminhando a seu tempo. Cada um tem sua forma de caminhar", afirmou o senador.

Aécio ainda enfatizou que não há "nenhuma possibilidade" de o Serra sair do partido, que o papel dele é no PSDB e que ele (Serra) terá sempre esse papel fundamental no partido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.