Alckmin diz que não há "já ganhou" no PSDB

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse hoje que o PSDB recebeu com humildade e estímulo o resultado das pesquisas eleitorais que mostram o candidato do partido à Prefeitura de São Paulo, José Serra, à frente de Marta Suplicy, do PT. Segundo o governador, o partido não vai mudar a campanha e continuará o trabalho de fazer propostas de Serra para a cidade. ?Não há já ganhou. As pesquisas têm valor científico, mas são apenas indicação de votos. O que vale mesmo é três de outubro (dia das eleições)?, afirmou Alckmin, que participou do I Fórum de Economia da FGV.O governador afirmou que o PSDB está preparado para executar um trabalho em duas fases nesta eleição: a primeira, em direção ao segundo turno. E a segunda etapa, conquistar o maior número de votos (segundo turno).Alckmin disse que não vai polemizar com o marido da prefeita Marta Suplicy, Luiz Favre, que ontem disse que Serra é enganador e que o governo do Estado em dez anos atendeu menos pessoas no renda-mínima do que a prefeita. ?Não há razão para entrar em polêmica. Somos paz e amor. O renda-mínima começou com o PSDB em Campinas e temos uma série de outros programas sociais?, afirmou. Alckmin disse também que é um equívoco estadualizar ou federalizar as eleições municipais. ?Cada cidade tem suas características e não há governo mais importante para a população do que o local, pois é ele que dá resposta mais rápida pra melhorar a qualidade de vida?, finalizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.