Alckmin diz que hidrovia não deve ser fechada

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin afirmou hoje àAgência Estado que está "praticamente descartado" o fechamento do canal PereiraBarreto, que interliga os reservatórios de Ilha Solteira e Três Irmãos, na hidroviaTietê-Paraná. "Falei pessoalmente hoje com presidente Fernando Henrique Cardoso e transferi aele as nossas preocupações. O presidente colocou muito claramente que também não éfavorável ao fechamento", afirmou Alckmin, que já havia dito que era contrário à medida. O fechamento do canal Pereira Barreto seria feito para o rebaixamento em 11 metros nonível da represa de Ilha Solteira, que fica no Rio Paraná. Essa foi uma propostaapresentada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para aumentar a geraçãode energia por causa da crise. No entanto, a medida iria interromper a navegação nahidrovia, causando um prejuízo de US$ 4 bilhões. Estudos preliminares solicitados pelaAgência Nacional de Águas (ANA) e obtidos com exclusividade pela Agência Estadoapontaram que a hidrovia ficaria intransitável e que as atividades atuais só seriam retomadasdaqui, no mínimo, cinco anos. Foram investidos até agora pelo governo US$ 2 bilhões no sistema. Segundo ogovernador, hoje são 2.400 quilômetros de hidrovia, conseguidos depois da inauguraçãode Jupiá. "É uma via importante para escoamento da safra da região Centro-Oeste, deSão Paulo e de Minas Gerais", ressaltou. "Seria um grande prejuízo para o transporte, e até emtermos de credibilidade, se fosse feita qualquer interrupção ou o fechamento da hidrovia.É uma hipótese afastada, só em caso extremo seria adotada", completou.O governador afirmou que a economia obtida pelos consumidores está indo bem, e queainda há o Plano B, justificando o descarte do fechamento do canal. Ele destacou que aatual gestão está fazendo um grande esforço para diminuir o uso do transporte rodoviário de cargas. "Hoje, as barcaças vão até o terminal de Pederneiras. Ali, fizemos umtramo ferroviário até Bauru e, dessa cidade até o Porto de Santos. É possível levar toda acarga apenas de trem", completou. Alckmin também contou que o governo estadual continua investindo na hidrovia."Estamos agora fazendo a proteção dos pilares das pontes e substituindo outras maisantigas", disse. As pontes rodoviárias eram atingidas pelas barcaças e ficavamdanificadas, a ponto de ser obrigatória a interdição da rodovia. O governo está protegendo os pilarespara evitar danos tanto às barcaças quanto aos sistema rodoviário. Para recuperação das pontes, ampliação dos vãos, proteção dos pilares, balizamento docanal de navegação de Porto Primavera, construção de muro-guia em Três Irmãos (quefica no rio Tietê) e derrocamento (remoção de rochas) do canal de Barra Bonita, o governo está investindo R$ 17,8 milhões. O governador lembrou também que nos últimos anos foram entregues três eclusas para a hidrovia, nas usinas de Três Irmãos, Jupiá e Porto Primavera, essas últimas no Rio Paraná.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.