Alckmin diz que diálogo é alternativa ao conflito

O governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) destacou hoje a importância do diálogo entre os diferentes como alternativa a um eventual conflito armado. "A presença tão expressiva de lideranças de todos os credos e religiões mostrou o respeito que os brasileiros têm pelas diferenças culturais, religiosas e raciais", disse. Alckmin participou hoje do ato ecumênico "São Paulo Pede Paz", que reuniu cerca de 40 representantes de várias religiões, na Praça da Paz do Ibirapuera.Na avaliação de Alckmin, o ato realizado hoje demonstrou que a busca do caminho da paz é tarefa de todas as pessoas e não apenas de um líder. "Foi um ato muito bonito. O encontro de todos ressaltou que a busca da paz é um trabalho coletivo, de cada cidadão, na construção de um mundo melhor." Alckmin disse ainda que o respeito às diferenças raciais, religiosas e culturais deve ser reafirmado.EconomiaSobre a possível crise recessiva causada pelo atentado terrorista aos EUA, Alckmin disse que existe essa preocupação, "mas que será mais uma no difícil quadro econômico" já enfrentado pelo governo paulista. "É mais um fator de cautela. Antigamente, a primeira pauta de exportação brasileira era o café. Hoje, é o avião. E grande parte da indústria aeronáutica está baseada em São Paulo."Segundo Alckmin, a própria economia norte-americana deverá reagir à recessão de forma positiva. "Acho que os EUA vão querer demonstrar sua pujança econômica tomando medidas que não aprofundem nenhum quadro recessivo, mas que possam até expandir a atividade econômica, com geração de emprego e renda", disse Alckmin. "Temos muita fé e confiança de que isso é uma questão transitória e que os EUA vão reagir."Sobre o orçamento do governo paulista para 2002, Alckmin disse que espera enviá-lo até o final da semana à Assembléia Legislativa. Além das reuniões ocorridas na última sexta-feira e hoje para discutir o tema, serão feitas outras duas, amanhã e na terça-feira. Alckmin pretende fechar o orçamento até quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.