Alckmin defende respeito à decisão sobre Ficha Limpa

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou hoje que a decisão tomada ontem pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de não validar a Lei da Ficha Limpa para as eleições de 2010 deve ser respeitada. Ele disse ser "totalmente favorável" à iniciativa que deu origem à lei e pregou que a determinação do STF seja incluída na legislação eleitoral para evitar dúvidas sobre a aplicação nas eleições municipais de 2012.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

24 de março de 2011 | 14h15

"Talvez a sociedade quisesse que já tivesse vigência nessa eleição de 2010, mas decisão judicial se cumpre", afirmou, após cerimônia de entrega das obras de modernização da Estação Carapicuíba da Linha 8 - Diamante, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). "Eu acho que agora tem de preparar a legislação para a eleição do ano que vem, de 2012, para não ter nenhuma dúvida sobre a vigência da Lei da Ficha Limpa."

Mais conteúdo sobre:
AlckminFicha LimpaSTF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.