Alckmin declara apoio a João Doria em prévias do PSDB-SP

É a primeira vez que o governador se manifesta publicamente pela candidatura do pré-candidato tucano

Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo

28 de fevereiro de 2016 | 12h11

São Paulo - O governador Geraldo Alckmin declarou neste domingo, 28, publicamente pela primeira vez que apoia o empresário João Doria nas prévias do PSDB que definirão o candidato do partido na cidade.

Acompanhados por um séquito de assessores e aliados, Alckmin e Doria foram juntos a um colégio no Morumbi onde o governador votou. Em seguida foram ao Butantã, onde vota o empresário. "Sem demérito para os demais candidatos, o meu voto vai para o João Doria. Ele traz uma experiência do setor privado. São Paulo está precisando dar uma acelerada".

Pré-candidato à Presidência em 2018, Alckmin aproveitou a ocasião para defender que o PSDB também realize prévias para definir o tucano que disputará o Palácio do Planalto". "É possível, é necessário e importante (que o PSDB faça prévias nacionais). Veja no modelo americano a importância das primárias".

O tucano minimizou a disputa fratricida que marcou as prévias. "Torcida e disputa fazem parte do processo. Apoiarei com entusiasmo o vencedor".

Na saída da votação o governador fez um trocadilho bem humorado ao avaliar a situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Acabou o Lulinha Paz e Amor". O lula está sitiado", disse, fazendo referência ao sítio frequentado pelo ex-presidente e sua família, que é alvo de investigação pelo MP. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.