Alckmin cumpre último compromisso oficial como governador

Em sua última agenda oficial no governo do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin acionou, por volta das 19 horas desta quinta-feira, um trecho da iluminação da marginal Tietê na ponte das Bandeiras. O pré-candidato do PSDB à presidência da República disse que já está se preparando para suas atividades na corrida ao Palácio do Planalto. Na próxima segunda-feira, à tarde, estará reunido com a direção do PSDB, em Brasília, para traçar a estratégia para as eleições desse ano.Depois de acionar as luzes da marginal do Tietê, Alckmin comentou a ofensiva do Partido dos Trabalhadores (PT) no Estado, em recorrer à Justiça para garantir a instalação de uma CPI na Assembléia Legislativa para investigar os contratos de publicidade da Nossa Caixa. "Adversário não manda flores, é obrigação do PT fazer isso, não tem nenhum problema".Depois da inauguração, Alckmin brincou: "O Tâmisa (rio que corta a cidade de Londres na Inglaterra) ficará com inveja." O projeto de iluminação dessa ponte, segundo ele, teve custo zero para o governo porque foi bancado por uma empresa da iniciativa privada. Alckmin disse que o governo de São Paulo, que amanhã já estará sob o comando de Claudio Lembro (PFL), continuará buscando novos parceiros para iluminar outros trechos da marginal do Tietê.ElogiosAlckmin teceu mais uma vez, elogios ao tucano José Serra. Questionado se a participação de Serra na disputa ao governo do Estado de São Paulo, poderá contribuir para a sua campanha presidencial, Alckmin respondeu : "Serra é importante não só para a campanha nacional, mas também para São Paulo, que é um estado com dimensão de país."Após o evento, Alckmin caminhou até um trailer situado na Unisantana, universidade situada ao lado dessa ponte. No rápido trajeto, o pré-candidato tucano foi cumprimentado por populares. E ao chegar ao trailer, onde tomou café, recebeu os votos de boa sorte de um grupo de estudantes para a empreitada que inicia rumo ao Palácio do Planalto.

Agencia Estado,

30 de março de 2006 | 20h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.