Alckmin concorda com avaliação de Serra feita por Aécio

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que concorda com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). Em entrevista publicada neste domingo, o governador mineiro afirma que José Serra tem a seu favor, neste momento, melhor desempenho em pesquisas eleitorais e o fato de ser conhecido em outras regiões do País. Alckmin, segundo Aécio Neves, tem o fato de ser bem avaliado nos locais em que é bem conhecido.Neste contexto, Alckmin vai intensificar visitas pelo País. "Acho que é exatamente a verdade (a avaliação do governador mineiro). O PSDB tem boas opções e a partir de sábado começo a percorrer o País, para ouvir quais são as necessidades de cada região", acrescentou o governador paulista.Conforme Alckmin, a entrevista concedida por Aécio Neves foi "boa", porque mostra que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que ainda não anunciou se disputará ou não a reeleição, é "derrotável", embora imponha uma disputa dura aos adversários. "E segundo porque mostra que não é porque um vai mal que o outro pode ir bem automaticamente", acrescentou, referindo-se ao desgaste de Lula.Alckmin destacou que a queda da verticalização deve prejudicar o PT, uma vez que a possibilidade de o PMDB apoiá-lo nas eleições "ficou muito pequena" e concordou com Aécio quanto ao maior isolamento de Lula em decorrência da mudança na regra eleitoral. "O PMDB agora com certeza vai ter candidato próprio", afirmou.Segundo Alckmin, o prazo para escolha do candidato tucano não deve ser pressionado ou estendido em decorrência da possibilidade de o PMDB lançar um nome próprio. "Não vejo razão para correria. O prazo político é final de março e esse é um bom tempo", afirmou.Ele reafirmou que acredita que há "grande probabilidade" de haver entendimentos dentro do partido em torno do candidato da legenda à sucessão presidencial e que está disposto a evitar disputas internas.Recentemente, tornaram-se mais constantes os rumores que apontam para um suposto mal-estar instalado entre o governador, um dos pré-candidatos do PSDB à eleição, e o prefeito paulistano, José Serra, que também é cotado à indicação."Acredito nisso e vou trabalhar firmemente (para que não ocorram disputas)", afirmou Alckmin, durante evento no Hospital do Ipiranga, na zona sul, de entrega de 26 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e do Centro Cirúrgico da unidade de ortopedia do hospital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.