Alckmin aposta na imagem de ''experiente''

O candidato do PSDB à prefeitura, Geraldo Alckmin, vai apostar no discurso voltado aos problemas da população mais pobre e destacar a sua experiência como governador para conquistar o voto da periferia. Comparações, por enquanto, estão vetadas, sejam com a gestão da ex-prefeita Marta Suplicy (PT) ou de Gilberto Kassab (DEM). "A história do governo do Geraldo tem uma dimensão tão importante que não vamos por esse caminho", diz o coordenador-geral da campanha tucana, deputado Edson Aparecido. Ao manter as comparações fora da campanha, Alckmin evita o constrangimento de apontar deficiências da gestão Kassab.É o eleitorado de Marta na periferia que Alckmin vai perseguir. Para isso, se apresentará nessa eleição como "gente do povo", "o prefeito que gosta de dialogar e ouvir a população". "Quero ouvir os problemas das pessoas", repete Alckmin. Outro trunfo será a sua experiência acumulada no governo estadual. Ontem, o candidato demonstrou, mais uma vez, que não pretende entrar em polêmicas com tucanos dissidentes. Três membros do PSDB, os secretários municipais Clóvis Carvalho, Manuelito Pereira Magalhães e o presidente do centro de pesquisas da administração municipal, Felipe Sotello, anunciaram que se integrariam à campanha de Kassab. " Para mim, é indiferente", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.