Alckmin: aliança PSDB-PFL está certa na maioria dos Estados

O pré-candidato do PSDB à presidência da República, Geraldo Alckmin, teve, na noite desta segunda, em Brasília, sua primeira reunião de trabalho com a cúpula do partido para estruturar a campanha e começar a montagem dos palanques nos Estados."Passamos a vista no quadro de alianças nos 27 Estados, e o PFL é o partido com o qual eu diria que está acertada aliança na maioria dos Estados", afirmou o ex-governador de São Paulo, após quase quatro horas de reunião, da qual participaram o presidente nacional do partido, senador Tasso Jereissati (CE) e o secretário-geral, deputado Eduardo Paes (RJ), o primeiro-secretário, senador Leonel Pavan (SC), e o provável coordenador-geral da campanha, senador Sérgio Guerra (PE).Jereissati relatou que a conversa de ontem foi "operacional", para montar as bases da pré-campanha, que terá seu quartel-general na sede nacional do PSDB, em Brasília. Como a campanha só pode oficialmente começar em junho, quando a candidatura de Alckmin tiver sido aprovada pelo partido. Até lá, a legislação eleitoral não permite a montagem de um comitê de campanha. O ex-governador terá uma sala de trabalho na sede do partido.Na quarta, Alckmin terá sua primeira reunião com a Executiva Nacional do PSDB para discutir em detalhes o quadro político em cada Estado e anunciar oficialmente o nome de Sérgio Guerra como coordenador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.