Alckmin acha que ainda é cedo para comemorar pesquisas

Líder na pesquisa do Ibope para o governo de São Paulo, com 33% das intenções de voto, o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) permanece na defensiva. "Fico feliz com o resultado da pesquisa, em ver o reconhecimento do nosso trabalho pela população. Mas ainda é cedo", disse. "Como acontece com a nacional, que é para a Presidência da República, a pesquisa estadual também retrata o momento e o processo eleitoral é só em 2002".De acordo com o levantamento, o ex-prefeito Paulo Maluf (PPB) está em segundo lugar, com 25% das intenções de voto, seguido do ex-governador Orestes Quércia (PMDB), com 15% e do deputado federal José Genoíno (PT), com 7%. Se a eleição fosse hoje, Alckmin e Maluf disputariam o segundo turno. O Ibope ouviu 850 eleitores no início do mês. A margem de erro é de 3,4 pontos porcentuais para mais ou para menos; 15% votaram em branco ou nulo e 6% não opinaram.Alckmin negou que esteja em curso uma articulação para indicar o nome da deputada federal Luíza Erundina (PSB-SP), ex-prefeita da capital paulista, para compor uma chapa como vice-governadora. "Temos o maior respeito por ela, mas não temos nem candidato a governador, quanto mais a vice", disse Alckmin.Sobre o segundo lugar obtido por Maluf, Alckmin disse que não há novidade. "É o que ele costuma ter; aliás, está mais baixo", disse O governador participou hoje da solenidade de denominação do Viaduto Jossei Toda - Soka Gakai, em Itapevi, no interior do Estado, sobre as duas pistas da Rodovia Castello Branco. Realizada pela concessionária Viaoeste, a obra custou R$ 5,5 milhões e tem 70 metros de extensão. Após a solenidade, Alckmin foi homenageado com a medalha da Suprema Honra ao Mérito da Universidade de Soka (Tóquio), no Centro Cultural Campestre da Associação Brasil SGI, em Itapevi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.