Alckmim recebe Erundina; juram que não falaram sobre eleição

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) e a candidata do PSB à Prefeitura de São Paulo, Luiza Erundina, estiveram reunidos nesta quinta-feira, no Palácio dos Bandeirantes e, segundo relato de ambos, trataram no encontro somente de temas da administração pública na região Metropolitana de São Paulo. "Não discutimos eleição", assegurou Alckmin. "Conversamos sobre os problemas da região metropolitana e a possibilidade de firmarmos parcerias entre os governos", reiterou Erundina.Segundo ela, não foi abordado o tema de uma eventual aproximação entre o PSB e o PSDB no segundo turno da eleição paulistana. "Minha candidatura é uma alternativa à candidatura de José Serra (PSDB) e de Marta Suplicy (PT), não apenas no campo pessoal, mas também como projeto de governo", destacou Erundina. "Por isso, não poderia conversar sobre um eventual apoio porque estou certa que vou para o segundo turno e vencerei", complementou. Alckmin reiterou que apóia o candidato do partido, José Serra, e, por isso, sua conversa com Erundina se tratava apenas de uma "passagem para um cafezinho" e que não envolvia aproximação das duas legendas. Segundo ambos, eles discutiram temas como o melhor aproveitamento dos Centros Educacionais Unificados (CEUs), utilizando-os também por escolas técnicas estaduais e sendo gerenciados de forma tripartite (município, Estado e sociedade civil) e a instauração, no setor de Transportes, de um Bilhete Único de integração entre ônibus, metrô, trem e ônibus interurbanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.