Albuquerque diz que CSS tem de ser divida entre todos

O vice-líder do governo na Câmara, deputado Beto Albuquerque (PSB-RS), disse que o seu partido tem resistência sobre a forma como está sendo apresentada a proposta Contribuição Social para a Saúde (CSS), que está sendo negociada no Congresso Nacional, para financiar o setor. O deputado entende que por ser um imposto, ele teria que ser dividido com municípios e Estados. Para Albuquerque essa não é uma pauta tranqüila: "temos uma crítica em relação a isso. Se o imposto é para resolver um drama, o drama da saúde, este é um drama de todos. É da União, dos Estados e dos municípios. Não pode beneficiar apenas a União", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.