Alarme falso mobiliza Exército em Salvador

Um alarme falso mobilizou um contingente de pelo menos 50 soldados do Exército, agentes das polícias Federal e Civil em Salvador. A informação dava conta de um assalto em andamento em uma agência do Bradesco no bairro de Pituba, na orla marítima. O alarme do banco foi acionado e tocou na central de polícia, por volta de meio-dia. A agência foi cercada e circulava a notícia de que os assaltantes haviam tomado clientes como reféns. Depois de descobrirem que não havia um assalto naquele local, os soldados e policiais decidiram vascular a área em uma operação "pente fino". O incidente aconteceu exatamente no dia em que os bancos voltaram a funcionar em Salvador apesar da continuidade da greve da polícia. As agências estavam fechadas desde a sexta-feira por falta de segurança, mas o governador César Borges (PFL) conseguiu convencer o presidente do Banco Central, Armínio Fraga, a autorizar a reabertura hoje, alegando que a cidade já estava suficientemente policiada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.