Alan Garcia 'lança' volta de Lula em 2014

Em tom de brincadeira, o presidente do Peru, Alan Garcia, disse ontem, ao receber seu colega Luiz Inácio Lula da Silva, que o brasileiro voltará ao poder nas eleições presidenciais de 2014. Lula, que discursou logo depois, provocou desconforto em seu anfitrião ao afirmar que ele tem "um defeito grave" - o de não comparecer às reuniões da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

AE, Agencia Estado

12 de dezembro de 2009 | 11h48

"O presidente Lula ficará um ano mais no poder e eu vou ficar 20 meses mais", declarou Garcia, ao falar dos projetos de integração econômica entre Peru e Brasil. "O que nós começamos estou seguro de que será continuado. Ainda que ele, com sua travessa cumplicidade, não me leve a sério, aqui digo que, no ano de 2014, continuará o trabalho que vem fazendo como presidente, porque estou seguro de que o povo brasileiro outra vez vai escolhê-lo."

Antes disso, o peruano havia apresentado Lula como "um paradigma de luta pela justiça e igualdade social, que sabe tratar com respeito todos os países". Quando o presidente brasileiro discursou, falou da necessidade de incrementar a integração entre os dois países e de promover um "comércio justo". Também declarou que Brasil e Peru podem dar exemplos para outras nações em diversos setores. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
diplomaciaBrasilPeru

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.