AGU pede desocupação de apartamento de Donadon

A Advocacia-Geral da União (AGU) protocolou nesta quarta-feira, 28, uma ação na Justiça pedindo a desocupação do apartamento funcional da Câmara cedido ao deputado Natan Donadon (sem partido-RO). Donadon está preso em Brasília desde o fim de junho cumprindo pena pelos crimes de peculato e formação de quadrilha. Apesar disso, de acordo com a AGU, a família recusa-se a deixar o imóvel localizado na Asa Norte, em Brasília. Donadon foi conduzido pela Polícia Judiciária até a entrada da Câmara, onde fará defesa oral.

MARIÂNGELA GALLUCCI, DAIENE CARDOSO E RICARDO DELLA COLETTA, Agência Estado

28 de agosto de 2013 | 19h58

Ao chegar ao plenário da Casa, ele cumprimentou antigos colegas e se emocionou ao ver a família acompanhando a sessão que definirá o futuro do mandato parlamentar. Donadon, que está preso desde 28 de julho, abraçou os filhos, a mulher e chorou ao cumprimentar o sobrinho Marco Antônio Donadon. "Estou confiante na verdade. Deus proverá", disse o deputado sem partido de Rondonônia, que é evangélico. Donadon circulou pelo plenário do Legislativo e conversou com outros deputados. O painel da Casa indica a presença de 444 parlamentares presentes - que para que o mandato dele seja cassado, são necessários 257 votos.

Tudo o que sabemos sobre:
DonadoncassaçãoAGU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.