Agripino: oposição vai obstruir votações no Senado

O líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (RN), anunciou hoje que a oposição irá obstruir as votações em plenário em protesto contra a não-liberação das emendas de bancada deste ano pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo. "Ao invés de cortar gasto com cartão corporativo, eles cortam as emendas, não podemos aceitar isto", disse o parlamentar.

CAROL PIRES, Agencia Estado

18 de agosto de 2009 | 17h31

Na prática, o anúncio de obstrução é inócuo, pois desde o fim do recesso parlamentar o Senado não vota matérias. Por causa da crise política na instituição, que tem como foco o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), líderes do governo e da oposição não encontram clima para fazer um acordo sobre a pauta de votações. Apesar de não haver votações em plenário, o anúncio dificulta o trabalho do líder do PMDB, Romero Jucá (RR), que tenta costurar um acordo para que a Casa volte a discutir projetos e deixe a crise ser resolvida apenas no âmbito do Conselho de Ética.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.