Agripino: DEM deve lançar ACM Júnior para presidir CPI

O líder do DEM no Senado, José Agripino (RN), disse nesta tarde que, pela conversa que teve com o presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE), o bloco de oposição deverá lançar o senador Antônio Carlos Magalhães Júnior (DEM-BA) para presidir a CPI da Petrobras. "A composição deve ficar assim: dois senadores do PSDB como titulares e um do DEM, o ACM Júnior, que seria lançado para a presidência, com o apoio do PSDB", disse Agripino, afirmando que o acordo está praticamente fechado.

LEONARDO GOY, Agencia Estado

19 de maio de 2009 | 18h04

Da parte do PSDB, os dois senadores titulares seriam Tasso Jereissati (CE) e o autor do requerimento da CPI, Álvaro Dias (PR). Para a suplência, ficaria um senador de cada partido: Sérgio Guerra (PSDB-PE) e Heráclito Fortes (DEM-PI).

Tudo o que sabemos sobre:
CPI da PetrobrasDEMACM Júnior

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.