Agricultores e sem-terra bloqueiam estrada em PE

Pequenos agricultores e trabalhadores sem-terra bloquearam, em dois trechos, a rodovia BR-316, no município de Ouricuri, a 630 quilômetros do Recife, para pressionar o governo federal por ações rápidas e eficientes no atendimento aos atingidos pela seca. De acordo com os organizadores das manifestações, cerca de 2 mil trabalhadores participaram dos bloqueios. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o número total era de 400. O primeiro bloqueio foi realizado pelo MST no quilômetro 83 da rodovia, que liga Ouricuri, no sertão do Araripe, a Salgueiro, no Sertão do São Francisco e durou uma hora - das 9h40 às 10h40. Eles usaram galhos de árvores e queimaram pneus para impedir o tráfego. O segundo bloqueio, promovido pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado (Fetape), ligada à Contag, ocorreu no quilômetro 85 da mesma rodovia, das 11 horas às 12h20. Eles barraram a estrada com um carro de som. Paralelamente, representantes das federações dos trabalhadores de todos os Estados nordestinos se reuniram na sede da Fetape, no Recife, sob a coordenação da Contag, numa espécie de preparação para um encontro com o ministro Raul Jungmann, que deve chegar ao Recife ainda hoje. O movimento sindical quer detalhes do plano federal para a seca, e informações sobre o início do alistamento dos trabalhadores atingidos, qual será o critério de seleção e quantas vagas serão oferecidas. A Contag calcula a necessidade de 2 mil vagas em todo o Nordeste, sendo 400 mil para Pernambuco. Os trabalhadores também reclamam anistia para créditos agrícolas e recursos para manutenção do rebanho, além de cesta básica e caminhão-pipa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.