Agora o País passou a ser respeitado no Exterior, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva retomou hoje, em solenidade em comemoração ao Dia do Diplomata, no Palácio do Itamaraty, as críticas à política externa brasileira de governos anteriores. Em discurso, Lula afirmou que a partir do seu governo o País passou a ter respeitabilidade no exterior, destacando avanços nas negociações com países do Oriente Médio, da África e da América do Sul. Ao ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, o presidente fez elogios. Disse que ele não é apenas um diplomata ou um ministro, mas "o ministro". "É preciso que a gente tenha cuidado de ter o máximo de humildade e generosidade, porque, senão, os demônios começam a despertar nas pessoas que fazem política conosco, e o ciúme pode atrapalhar uma belíssima política internacional", afirmou. Lula voltou a usar metáforas comparando diplomatas a jogadores de futebol. "Suem a camisa em defesa das causas que vocês acreditam e em defesa das políticas desenvolvidas pelo governo", recomendou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.