'Agora eu sou candidato a presidente', afirma Ciro

O deputado Ciro Gomes (PSB-CE) disse ontem que tem uma ?divergência de análise? com o presidente Lula sobre a divisão do bloco governista em duas candidaturas à Presidência da República em 2010. Ciro afirmou que prefere disputar com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), a concorrer ao governo de São Paulo, como quer Lula. Agora eu sou candidato a presidente da República?, avisou. Segundo o deputado, como os dois compartilham uma grande ?convergência?, adiaram a decisão para setembro.

AE, Agencia Estado

19 de agosto de 2009 | 09h27

?O presidente Lula considera que a melhor tática para 2010 é um plebiscito. Consideramos que é ruim. Achamos que a melhor fórmula é o enfrentamento com duas candidaturas?, disse Ciro, após dar uma palestra, na condição de pré-candidato a presidente, ao colegiado de reitores da Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), reunidos na Universidade do Rio de Janeiro (Uni-Rio). ?Uma parte da definição seria essa coisa do domicílio eleitoral (até setembro), que é uma imposição da lei." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.