Agi bem ao destruir a lista, diz ACM

O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) voltou a defender sua decisão de destruir a lista de votação da cassação do ex-senador Luiz Estevão (PMDB-DF) e de não proceder uma investigação a respeito da origem da violação no painel do Senado. Magalhães disse que se comportou dessa forma para nãpo invalidar a cassação de Estevão, para ele um evento da maior importância para o País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.