Agentes rodoviários ensaiam para posse de Dilma

Doze agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram hoje ensaio para a cerimônia de posse da presidente eleita, Dilma Rousseff. Eles se reuniram na Granja do Torto, de onde partiram em motocicletas rumo à Torre de TV e à Catedral, conforme o trajeto que será feito no dia 1º de janeiro. Metade do grupo era composto por mulheres.

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

29 Dezembro 2010 | 20h12

O grupo deve escoltar Dilma da Granja do Torto até a Torre de TV, onde as agentes formarão uma "ponta de lança" (uma espécie de "V") com as motos, abrindo alas para o carro da presidente eleita até a Catedral.

"É uma forma de prestar uma homenagem à futura presidente e às nossas policiais", afirma o inspetor Alexandre Castilho, assessor nacional de comunicação da PRF. Segundo ele, as mulheres representam 8% do universo de 9.200 policiais da corporação. Os agentes mais experientes foram chamados para o evento.

Ao todo, pelo menos 70 policiais da PRF devem participar da escolta de Dilma, incluindo aqueles que farão a segurança do perímetro e a interdição do trânsito. A corporação atua na cerimônia de posse presidencial há 50 anos, informou o inspetor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.