Agentes federais e rodoviários voltam a protestar no PR

Um grupo de aproximadamente 50 agentes da Polícia Federal fez uma manifestação na manhã da terça-feira no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba), com o objetivo de chamar a atenção da população para as reivindicações da categoria, que incluem reestruturação salarial e da carreira. Eles levaram uma coroa de flores e promoveram o enterro simbólico da segurança e do diretor geral da PF, Leandro Coimbra, que, segundo os manifestantes, não está defendendo a categoria.

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

14 de agosto de 2012 | 14h38

Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Paraná, Fernando Vicentine, há descaso do governo federal. "Estamos cansados de sermos chamados para reuniões que apenas servem para marcar uma nova reunião. Enquanto isso, nós não ganhamos condições de dar segurança e proteger nossas fronteiras nos portos e aeroportos principalmente", reclamou.

A Polícia Rodoviária Federal também deve retomar a onda de protestos. Houve no final da manhã manifestação na BR-116, nos quilômetros 59 e 95 do Contorno Leste. Nesses locais todos os carros foram parados para serem vistoriados.

Na fronteira com o Paraguai, as pessoas foram paradas para passar pela vigilância dos agentes e também tiveram seus veículos vistoriados em Santa Terezinha, a 15 quilômetros de Foz do Iguaçu.

Tudo o que sabemos sobre:
greveservidorespoliciaisPR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.