Agendada votação de reforma de tribunal

O líder do governo José Serra na Assembleia, Barros Munhoz (PSDB), marcou para a próxima semana a votação do projeto que altera o funcionamento do Tribunal de Impostos e Taxas de São Paulo (TIT). O objetivo é reduzir para 1 ano o prazo médio de tramitação dos processos. Hoje é de 1 ano e 8 meses. O texto final foi apresentado ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.