AGENDA POLÍTICA-Senado vota caso Renan e define futuro da CPMF

O caso do presidente licenciado doSenado Renan Calheiros (PMDB-AL), em que ele é suspeito de usar"laranjas" para comprar veículos de comunicação, pode ter umdesfecho nesta semana. Na quarta-feira, o relator do processo, senador ArthurVirgílio (PSDB-AM), apresenta seu parecer na Comissão deConstituição e Justiça (CCJ) sobre o pedido de cassação domandato de Renan, decidido pelo Conselho de Ética do Senado. A oposição deverá pedir vistas e o presidente da CCJ, MarcoMaciel (DEM-PE), já anunciou que dará prazo de no máximo 24horas para isso. Assim, Renan poderá ser julgado em plenário jána quinta-feira. O cenário político também estará atento à movimentação donovo ministro das Relações Institucionais, José Múcio (PTB-PE),que assumiu no lugar de Walfrido dos Mares Guia, denunciado porparticipação no mensalão mineiro. A principal tarefa do novo ministro será convencersenadores a votar de forma favorável à aprovação da prorrogaçãoda CPMF. Parcela da oposição acredita que ele tem melhorescondições do que Mares Guia para isso e já pensa em inverterposição e votar de forma rápida a CPMF --sem dar tempo aoministro para arregimentar novos adeptos. O líder do DEM, senador José Agripino (RN), defende umprocesso rápido de tramitação, confiando em que o governo aindanão tem os votos suficientes (mínimo de 49) para aprovar aemenda da CPMF. Veja a seguir os principais eventos da semana. SEGUNDA-FEIRA -- O presidente Lula participa às 20h em Brasília da 3aConferência Nacional das Cidades, que vai discutir a construçãoda Política Nacional de Desenvolvimento Urbano (PNDU), quetrata da gestão urbana. -- O Senado promove sessão deliberativa para desobstruçãoda pauta, trancada por duas medidas provisórias. Só com a pautaliberada é que passam a ser contadas as cinco sessõesdestinadas à discussão da emenda da CPMF em primeiro turno. Umadas MPs diz respeito e à instituição do Programa Nacional deDragagem Portuária e Hidroviária (MP-393). TERÇA-FEIRA -- Senadores do DEM e do PSDB se reúnem para definircompromisso contra a prorrogação da CPMF. -- Em cerimônia que vai contar com a presença do presidenteLula, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento(PNUD) lança, às 10h, no Palácio do Planalto, o Relatório deDesenvolvimento Humano 2007/2008. O documento aborda oaquecimento global e traz ainda o ranking atualizado do Índicede Desenvolvimento Humano (IDH), com indicadores de renda,educação e longevidade de 177 países e territórios. -- O presidente Lula e o novo ministro das RelaçõesInstitucionais, José Múcio, participam de reunião do Conselhode Desenvolvimento Econômico e Social (CDES). Na pauta, areforma tributária, às 14h. -- O presidente Lula participa da apresentação dos novosmembros do Conselho Nacional de Segurança Alimentar eNutricional, em Brasília. -- O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim,participa em Annapolis, nos Estados Unidos, da Conferência daPaz para Israel e Palestina. -- Na Câmara dos Deputados, trancam a pauta cinco medidasprovisórias e dois projetos de lei com urgência constitucional.A primeira proposta a ser votada é a MP-394, que estende oprazo de registro de armas de fogo para 2 de julho de 2008. QUARTA-FEIRA -- Relator de representação contra Renan na CCJ do Senado,o líder tucano Arthur Virgílio (AM) deve apresentar seu parecersobre a cassação do mandato em sessão marcada para 10h. -- O ministro da Defesa, Nelson Jobim, apresenta aopresidente Lula um plano com medidas para evitar problemas notráfego aéreo e nos serviços de aviação civil durante o períodode férias, assim como no médio prazo. QUINTA-FEIRA -- Plenário do Senado deve votar o pedido de cassaçãocontra Renan Calheiros. --O presidente Lula estará no Espírito Santo. Em Colatina(9h) participa de cerimônia de inauguração das obras da BR-259.Em Vitória (12h) inaugura o terceiro alto-forno da siderúrgicaArcelor-Mittal. -- No Rio de Janeiro, Lula participa das comemorações dos70 anos do Iphan. SEXTA-FEIRA -- No Rio, Lula participa às 9h30 da solenidade do iníciodas obras do Programa da Aceleração do Crescimento (PAC) nafavela Pavão-Pavãozinho. -- Depois, no Comando da Marinha, lança programa derastreamento de barcos por satélite. Em Niterói (15h30) vai aoestaleiro Mauá onde participa de assinatura de contrato daTranspetro. (com reportagem de Maurício Savarese)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.