Agenda inclui compra de 50 helicópteros e 4 submarinos

O governo vai firmar com a França, entre amanhã e terça-feira, no Rio, a compra de 50 helicópteros e de 4 submarinos clássicos, além de um acordo de consultoria para a construção de submarinos de propulsão nuclear até 2020. Os negócios serão os primeiros da parceria estratégica selada no início do ano. Os 50 helicópteros EC-725 Cougar, fabricados pela Eurocopter-Helibras, serão produzidos no Brasil e entregues a partir de 2010. A subsidiária brasileira terá de investir até US$ 400 milhões na adequação de sua linha de montagem, em Minas. A segunda compra confirmada será a dos quatro submarinos de classe Scorpène. Produzidas pela francesa DCNS, as embarcações serão montadas em um estaleiro no Rio e em uma segunda unidade a ser construída. "No horizonte 2020, vamos oferecer consultoria para a construção do casco e de uma base de submarinos nucleares", informou o conselheiro diplomático do Palácio do Eliseu, Jean-David Lévite. Ambos os contratos pressupõem a transferência de tecnologia. A comitiva pretende também adiantar negociações em torno do projeto FX2, para renovação da frota de caças do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.